Boni e Xexéo integram a série de debates sobre os caminhos da TV brasileira

Os 70 anos da televisão no Brasil conduzem, nas tardes desta terça e quinta, um vasto mergulho nesse componente marcante da cultura e do dia a dia nacionais. Das novelas ao streaming, dos festivais de música à convergência de mídia, os seis debates da Semana do Audiovisual transitam entre as memórias, as transformações e os horizontes da TV. O ex-diretor da Globo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni; o jornalista, escritor e colunista Artur Xexéo, biógrafo de Hebe e Janete Clair; e o jornalista e cineasta Ricardo Calil, co-diretor dos documentários "Narciso em Férias" e "Uma noite em 67" integram o time de convidados do passeio pelos caminhos televisivos - desde as influências iniciais do rádio até as reconfigurações narrativas e comerciais derivadas da tecnologia digital. Os papos são transmitidos ao vivo, pelo canal do Departamento de Comunicação da PUC-Rio no Youtube.

 

Promovida a cada semestre por professores do Departamento de Comunicação, a Semana do Audiovisual estreita as reflexões sobre os desafios e rumos da área, e estreita o diálogo entre o meio acadêmico e o mercado. "Desta vez, a proposta é pensar a TV de ontem, de hoje e de amanhã", sintetiza a professora Bruna Aucar, uma das organizadoras da iniciativa. Veja a prohramação completa:

 

15/09 – A TV de ontem

13h30 – O rádio inventa a TV: os primeiros movimentos da televisão e a influência do rádio; o caráter aventureiro da implantação e os primeiros anos no Brasil, adaptação de formatos e modelos profissionais oriundos do rádio.
Convidado: Artur Xexéo, colunista do jornal O Globo, biógrafo de Hebe Camargo e Janete Clair

15h – TV em tempos de cólera: a TV como meio de exportação da ideologia de segurança nacional, a formação das redes, o alcance massivo, a censura aos conteúdos X o investimento técnico do período. Os festivais de música e a resistência artística.
Convidado: Alberto Pecegueiro, diretor-geral da Globosat por 25 anos (até janeiro de 2020) e um dos nomes mais importantes da história da TV paga na América Latina

17h – Novelas: a paixão nacional. Como a dramaturgia televisiva se tornou o principal produto da televisão brasileira, reorganizou hábitos cotidianos e práticas de consumo brasileiras.
Convidado - José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, ex-diretor-geral da Rede Globo e dono da Rede Vanguarda (afiliada da Globo no interior paulista)

 

17/09 – A TV de hoje e de amanhã

13h– Rádio e TV: uma parceria que deu certo. Como a TV impactou a reorganização do rádio como meio de comunicação no Brasil; o rearranjo de formatos históricos com o incremento da tecnologia digital (podcasts)
Convidados - Carolina Morand (O Globo) e Marcus Lacerda (Bandnews): "Análise jornalística e informação no áudio"
CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR.

15h – Do horário nobre ao streaming: o trânsito de narrativas, como a cultura da conexão impacta a produção de histórias para televisão. A ficção seriada e as novas formas de expectatorialidade.
Convidado - Ricardo Calil, diretor dos documentários "Narciso em Férias", "Em nome de Deus" e "Uma noite em 67")

17h – Redes digitais e interatividade: a convergência de mídias, o consumidor ativo, novas formas de consumo. O protagonismo da televisão na quarentena retomando audiências e centralidade na vida social similares a tempos pré internet. O que podemos esperar daqui pra frente. 
Convidado - Giovanni Sanfilippo, editor assistente de videojornalismo de O Globo
CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR.



Endereço

Pontifí­cia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rua Marques de São Vicente, 225, Gávea
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - 22451-900
Telefone: (55 21) 3527-1001