Departamento de Comunicação acompanha alunos interessados em intercâmbio acadêmico

Como parte de seu processo de internacionalização, que faz da PUC-Rio a mais importante universidade brasileira no setor, a Coordenação Central de Cooperação Internacional (CCCI) recebe até o próximo dia 13 inscrições para o intercâmbio acadêmico internacional para o semestre 2021.2. São muitos cursos conveniados em diferentes países no mundo.

Os candidatos aprovados podem cursar as instituições para as quais forem selecionados pagando normalmente suas mensalidades à PUC-Rio. O programa também abrange os bolsistas, que têm o benefício mantido. Para atender seus alunos interessados no intercâmbio, o Departamento de Comunicação mantém uma coordenação específica para este objetivo, a cargo da professora Itala Maduell.

Desde setembro de 2019 Itala está à frente da Coordenação de Intercâmbio do Departamento de Comunicação da PUC-Rio. Nesse período, a professora vem orientando alunos à procura de instituições estrangeiras que atendam a suas necessidades. O acompanhamento, sempre em sintonia com o CCCI, acontece em todas as fases do processo, incluindo a volta dos estudantes que, pelas normas do programa, precisam cursar pelo menos um período antes de se formar pela universidade. Itala destaca que no primeiro momento o objetivo é o acolhimento dos candidatos em potencial.

- A minha função dentro do Departamento é acolher esse aluno, conversar com ele sobre expectativas. Ou seja, uma primeira conversa para pensar em universidades que ele pode escolher, tirar dúvidas, encaminhar para o atendimento da CCCI para que ele participe de todo esse processo de seleção.

O trabalho de Itala Maduell prossegue após o retorno dos alunos à Universidade. É o momento em que, em conjunto com o estudante, ela analisa a equivalência do que foi estudado nas instituições estrangeiras, dentro de uma perspectiva abrangente, para garantir o aproveitamento nas disciplinas que fazem parte das atuais habilitações do curso de Comunicação.

A professora explica que o processo é simples. O aluno vai validar na volta as disciplinas que fez em outras áreas, ou como eletivas ou como disciplinas da própria grade curricular. Ela lembra, porém, que a CCCI estabelece critérios para que o candidato seja selecionado para o intercâmbio:

- Existe uma série de avaliações nessa seleção. Por exemplo, se o CR (Coeficiente de Rendimento) do aluno está entre os maiores do seu Departamento. Existe um limite mínimo do CR, como ocorre no Enem, para ser
selecionado no programa. Na grande maioria, os alunos já chegam a mim com as informações da CCCI, trazendo apenas questões pontuais. Conversamos, procuramos tranquilizar sobre suas escolhas, saber de alguém que já tenha ido como foi a experiência. Mas normalmente eles vêm com uma pesquisa inicial muito bem feita.

Entre as possibilidades oferecidas pelo intercâmbio está a obtenção de bolsas de estudo, que podem ser concedidas pela própria PUC-Rio, pelo critério do desempenho acadêmico, ou por instituições públicas ou privadas. Foi o caso de Lethicia Amâncio de Almeida, aluna de jornalismo, que em 2020.1 estudou na Universidade de Vigo, na Espanha, beneficiada por uma bolsa proporcionada pelo Banco Santander. Mesmo com as limitações impostas pela pandemia, Lethicia comemora os resultados de sua experiência espanhola:

- Ainda que parte das aulas tenha sido à distância, eu aproveitei muito os conteúdos e a didática da universidade. No período pré-pandemia, eu consegui aproveitar a cidade e viver uma rotina comum a universitários espanhóis. Posso dizer que, mesmo com uma pandemia, eu fui feliz com o meu intercâmbio.

Já Maria Fernanda Maia, também estudante de jornalismo, teve como cenário de seu intercâmbio a Austrália, onde cursou a Macquarie University, em Sydney. Entre as qualidades que encontrou está a semelhança com o campus da PUC-Rio:

- A universidade é bem organizada, me surpreendi positivamente. Eles se importam muito com o bem estar dos alunos. O campus é surreal de bonito, e é parecido com a PUC nesse sentido. Tem muito verde, é aberto e grande. Tem vários ambientes diferentes, espaços ao ar livre para estudar, assim como uma biblioteca muito bem equipada para quem prefere silêncio.

Em relação aos primeiros passos para a seleção no intercâmbio, a coordenação existente no Departamento de Comunicação contribui para a conquista da vaga por parte dos seus alunos, que concorrem com colegas de toda a universidade. Nesse sentido, a coordenadora de Intercâmbio, Itala Maduell, contribui com orientações importantes: o funcionamento da banca de professores responsáveis pela seleção, o processo de escolha da universidade com base nos diferentes interesses do candidato e conversas que podem dar mais tranquilidade aos alunos do Departamento para participar do processo.

Itala considera que, além de beneficiar os estudantes, o intercâmbio traz uma grande contribuição para a PUC-Rio. Segundo ela, os alunos ganham experiência e maturidade, compartilhada com os colegas em aulas e debates. Ela avalia que a Universidade também se beneficia com os resultados do intercâmbio:

- O intercâmbio reforça o esforço da PUC-Rio no processo de internacionalização. É o que temos observado no mercado da Comunicação nos últimos anos. Vimos muitos profissionais brasileiros partindo para trabalhar na Europa, nos Estados Unidos, aumentando as possibilidades de uma desejada globalização.

Os alunos de Comunicação que desejarem se candidatar ao intercâmbio podem procurar a secretaria do Departamento ou entrar diretamente em contato com a professora Itala Maduell para marcarem atendimento on-line pelo endereço: itala@puc-rio.br.

Na CCCI da PUC-Rio, as informações estão no site http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccci/ e o e-mail de contato é: mobility@puc-rio.br, com Renan Brito ou Nancy Guimarães.

Endereço

Pontifí­cia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rua Marques de São Vicente, 225, Gávea
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - 22451-900
Telefone: (55 21) 3527-1001